Comprei e não vou. E agora?

Você se planeja, compra um ingresso com antecedência para pagar um preço bacana e eita, aparece um imprevisto e você não pode mais ir! Bem-vindo ao grupo dos "comprei e não vou"!

Convenhamos que é triste, pero no mucho, porque o mercado secundário está aqui exatamente para isso. Para cada pessoa que quer vender um ingresso, existe a correspondente que quer comprar (nem sempre nesse equilíbrio lindo, mas você entendeu).

Se você é dos “comprei e não vou”, sua única missão é encontrar o amigão que está desiludido em busca de um ingresso para o mesmo evento.

A gente disse que é possível, mas não falou que é fácil. Para dar aquela mãozinha, reunimos algumas informações que vão te ajudar a perder menos tempo e não jogar dinheiro fora. Dá uma olhada.

Comprei e não vou! Facebook há de salvar

Dá um trabalhinho, mas é uma alternativa. Na página do evento, normalmente tem um pessoal que quer comprar ingressos. Você pode xeretar os comentários, olhar os posts ou bolar um textinho anunciando sua venda.

O problema aqui é que às vezes você fala com várias pessoas para tentar vender seu ingresso, essas pessoas estão falando com mais várias outras para tentar comprar, todo mundo negociando e pechinchando. Uma bagunça se fim. Fora o risco de levar calote. Jesus, rolê.

Mas se você tiver paciência e a negociação der certo, vocês combinam o esquema de entrega do ingresso e entrega do dinheiro e acabou. Ingresso vendido.

Moça, olha o grupo ali

Nos grupos de compra e venda de ingressos de segunda mão no Facebook, o esquema é mais ou menos esse de cima. Um monte de gente anunciando que quer vender, mais um monte falando que quer comprar.

Para ficar mais fácil, tenta deixar o nome do evento em destaque no textinho que você publicar. Desse jeito, o comprador vai te achar mais rápido por aquela lupinha de busca que fica ao lado esquerdo.

“Compro ingresso, compro ingresso, compro ingresso”

Sabe quem é? Isso mesmo, o cambista!

Se você quer vender ingresso de um evento, certamente vai ter um cambista na porta querendo comprar. Mas aí a gente te pergunta: será que vale a pena?

Como já explicamos, cambismo não é uma prática legal, literal e simbolicamente também.

Isso porque você acaba alimentando um mercado que ajusta os preços de acordo com critérios muito questionáveis, como a especulação. Sendo bem claro, isso significa que o cambista pode comprar seu ingresso por um preço baixo e vender por um super alto.

Além do que, esse é um mercado onde há muita falsificação. O seu ingresso pode ser verdadeiro, mas outros tantos não são. Melhor ficar fora desse rolo, né.

O melhor vem no fim: vende na Tix2u!

A gente bate, mas também assopra. Tem um jeito muito mais fácil, rápido e bem mais seguro de vender seu ingresso: anunciando na Tix2u!

É muito moleza. Você faz um anúncio gratuito, sobe seu ingresso na nossa plataforma e espera alguém comprar.

É tudo online, inclusive o pagamento. Ah, e a gente só repassa o ingresso ao comprador depois que o pagamento foi aprovado, para garantir que você não vai ficar sem o dinheiro.

Mas nunca se esqueça: se você vender seu ingresso por outros meios, como o Facebook, precisa excluir o anúncio da Tix2u, está bem? Senão outra pessoa compra e é barrada na porta. Bem chato isso.

Será que a gente ajudou? Boa sorte por aí!

Gostei Não gostei Contato Compartilhar

Deixe uma mensagem que responderemos em breve.

ENVIAR FECHAR

Que bom que você gostou. Quer deixar alguma mensagem?

Que pena que você não gostou. Deixe uma mensagem para que possamos melhorar sempre?

ENVIAR FECHAR